Otello – Sonho de uma nova melodia


Ficha técnica:

> Nome : Otelllo – Sonho de uma nova melodia
> Autor : Alex Crosslight (Capítulos 1 a 11) & Gustavo Martins (Capítulo 12 em diante)
> Progresso atual : 15/24 capítulos
> Tipo:Darkfic
> Classificação:T
> Gênero: Terror/Drama/Aventura e um pouco de “WTF?”
> Tema: Bom, não sou acostumado a escrever fics desse gênero, mas essa surgiu quando eu estava morrendo de sono em uma madrugada de sábado XD
A história basicamente conta como um garoto órfão e suas duas irmãs conseguem enfrentar o sofrimento extremo em todos os aspectos que eu consiga descrever. Ela é a minha primeira história sendo narrada em primeira pessoa.

Espírito: Otello é uma terra que sempre viveu castigada, a maldição podia ser uma  referência para lugar tão obsoleto à tristeza e a dor. Com o tempo, o  sonho e a felicidade foram se tornando doenças para os corpos frágeis e  sem vida de seus habitantes, não havia como escapar, a unica lei que  regia sobre aquele local, era a lei do sacrifício  que era necessária  para manter os corpos que por ali se mantinham feito zumbis. Os que  ainda podiam pensar numa forma de vida melhor, optavam pela morte e os  que tentavam contrariar sua situação, sofriam mais e mais.

O que houve com esse lugar?A sede do ser humano por poder se tornou a sua condenação, o que se  podia imaginar de causas para aquele “desastre” podia preencher o espaço  de estrelas, e passando-se os anos, chegou-se a um ponto que a  insanidade tomou posse de tal raça e vindo ao estado que se encontra  agora.

Seria possivel mudar isso?Talvez…Mas as soluções que contribuíam para que os seres mais fortes  dos mais fracos pudessem permanecer com um pingo de tristeza, era aquilo  que eles mais odiavam…Encontrar uma nova canção…Um novo canto de  esperança… Um novo grito de felicidade e resistência a tudo que pairou  sobre Otello. Mas haveria disposição para enfrentar a dor e os outros  males que reinavam por ali? Como enfrentar aquilo que está dentro de si  mesmo sem ao menos saber realmente o que causou tanta devastação?  Suicídio resolveria? Imagine-se…

“Sempre haverão motivos para que o ser humano se destrua com  suas próprias ambições, o que não haverão são desculpas para não querer  voltar atras…”

Capítulos

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: